- Notícias

Sincadise, Ases e Sincovese pedem prioridade na vacinação a trabalhadores

Observando a condição de transmissão da COVID-19 em Sergipe e atendendo aos pedidos dos colaboradores das empresas de atacado e distribuição, varejo alimentar e comércio de produtos hospitalares, em uma ação conjunta, o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor de Sergipe (Sincadise), em parceria com a Associação Sergipana de Supermercados (ASES) e Sindicato do Comércio Varejista de Sergipe (Sincovese), protocolou dois requerimentos, sendo um para o Governo do Estado e outro para a Prefeitura Municipal de Aracaju, pedindo a prioridade de vacinação para os trabalhadores dos setores representados.

Nos requerimentos, os presidentes do Sincadise, Breno Pinheiro França, da ASES, José Anderson da Cunha, e do Sincovese, Abel Gomes da Rocha Filho, explicitam a importância das empresas dos setores, no trato com a vida das pessoas, fazendo parte da cadeia direta de abastecimento dos principais vetores de atendimento à população e às unidades de saúde do estado, além dos estabelecimentos do comércio varejista de alimentos, cujos produtos são fornecidos pelo atacado distribuidor, ressaltando que pelo trato com o público e com as instituições de saúde, os trabalhadores dessas atividades estão no grupo de risco de contágio do coronavírus.

O presidente do Sincadise, Breno França, ressaltou a importância da vacinação dos colaboradores das empresas dos setores requerentes, lembrando que eles trabalham diretamente com a vida das pessoas.

“Os trabalhadores do comércio atacadista e distribuidor lidam diretamente com a manutenção das vidas das pessoas, assim como os distribuidores de produtos farmacêuticos e hospitalares, além dos trabalhadores do varejo de alimentos e supermercados. Estes estão na linha de frente do abastecimento dos hospitais, clínicas, empresas do comércio e as casas das famílias. Portanto, é necessário que os colaboradores das empresas de serviços essenciais sejam considerados prioridade na vacinação, pois tratam com todos os principais agentes, com contato diário e constante. Pensando nisso, o Sincadise, em parceria com a Ases e Sincovese, protocolaram requerimentos junto ao Governo do Estado e Prefeitura de Aracaju, solicitando a inclusão dos trabalhadores da cadeia produtiva de abastecimento como prioritários para a vacinação contra a COVID-19. Preservar a saúde e vida desses trabalhadores é garantir que a sociedade tenha um ambiente de compras mais seguro para enfrentar o coronavírus” afirmou Breno França.

A vacinação dos colaboradores das empresas, neste momento em que os grupos prioritários já estão em redução, vacinando as pessoas com comorbidades e direcionando para os trabalhadores que lidam com o público, a exemplo dos profissionais da segurança pública, no entendimento dos representantes das entidades do comércio de alimentos e medicamentos, há a necessidade de vacinação dessas pessoas, em virtude da atuação das atividades pelo funcionamento do comércio no estado.

Por Marcio Rocha

About Hugo Barbosa

Read All Posts By Hugo Barbosa