- Uncategorized

Sincadise entrega cestas básicas a famílias do bairro Lamarão

Nesta quarta-feira, o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Sergipe (Sincadise), através de doações feitas por empresas associadas, distribuiu 150 cestas básicas entre famílias mais necessitadas da comunidade Tia Caçula, no bairro Lamarão, zona Norte de Aracaju. O ponto de entrega escolhido foi a sede da Paróquia Nossa Senhora das Graças, representada pela líder comunitária Lúcia Rodrigues, moradora conhecida por realizar ações sociais constantemente.

Na ocasião, ela recepcionou a secretária executiva do Sincadise, que também distribuiu os alimentos. “Essa ação que o Sincadise faz é muito importante para a nossa comunidade, pois aqui moram muitas famílias necessitadas, muitos pais e mães de família desempregados. Já tivemos outras ações aqui, com entrega de brinquedos, recreação, palestras e, estas, com a ajuda do Sesc. Eu só tenho a agradecer a Deus, primeiramente, e depois ao Sincadise e ao Sistema”, disse.

Janda Moriza, representante do Instituto Abad, em Sergipe, mobilizou os empresários e amigos do setor para se somarem à esta campanha. “É muito fundamental a participação dos associados porque conseguimos atingir, ao mesmo tempo, os três objetivos mais importantes das campanhas, que é o de mobilizar, arrecadar e entregar à comunidade. Temos a líder da comunidade Tia Caçula, no Lamarão, grupos de voluntários e a mobilização de instituições parceiras, como o Sesc. Com isso, fortalecemos quem está precisando e, no final das contas, todos nós ganhamos”, falou.

Durante 1 hora e meia, as cestas foram distribuídas entre as famílias. A dona de casa Daiana dos Santos, que atualmente está desempregada e tem 3 filhos compareceu ao local da entrega para buscar a sua. “Este momento é muito importante, pois, com esta ação, teremos alimento para colocar na mesa. Meu esposo está desempregado e, com a pandemia, as coisas ficaram mais difíceis ainda. Por isso, agradeço muito esta cesta que chegou numa boa hora. Só tenho a agradecer”, comentou.

A dona de casa Daiana dos Santos foi ao local para buscar sua cesta – Foto: Hugo Barbosa

Quem também enfrenta uma situação difícil é a catadora de materiais recicláveis Irene Ana. Atualmente, ela não tem renda fixa e se desdobra para conseguir ajuda para seus 3 filhos. “Com essa ação de hoje, eu já tenho o que comer, já tenho o que dar às crianças. Eu agradeço a Deus, primeiramente, a vocês do Sincadise e à Dona Lúcia, que sempre luta pela nossa comunidade. Tudo isso é uma benção, pois vocês estão matando a fome das pessoas necessitadas daqui”, ressaltou.

A catadora de materiais recicláveis Irene Ana também adquiriu sua cesta – Foto: Hugo Barbosa

O Sincadise, juntamente com os associados e amigos, realiza esta ação há cerca de 11 anos, na comunidade. O presidente da entidade, Breno França, evidenciou a importância da campanha para todos. “Temos esse trabalho social desenvolvido na comunidade Tia Caçula, porque é considerada uma das três comunidades de maior fragilidade social de Aracaju. Então, é importante que possamos ajudar essas pessoas, com as doações que os empresários do atacado distribuidor realizam por meio do Sincadise e Instituto ABAD”, evidenciou.

França também destacou a participação ativa da instituição em outras campanhas sociais. “Responsabilidade social é uma das principais marcas do sindicato e seus associados. Somente neste ano, além das famílias da comunidade Tia Caçula, nós distribuímos mais de 150 toneladas de alimentos para as campanhas de ajuda às famílias na pandemia. O momento é de ajudar a impedir que a fome chegue nas casas das pessoas mais pobres e levar o alimento para os que mais necessitam”, acentuou.

Para o superintendente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado, Maurício Gonçalves, é fundamental que os sindicatos filiados estejam envolvidos em ações de cunho solidário. “É importante que os sindicatos tenham essa participação ativa, porque é uma forma de se dedicar e dar um pouco de solidariedade para as pessoas que estão precisando. Isso também promove a integração dos sindicatos filiados à Federação. Além disso, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, sempre incentiva e acredita nestas campanhas, pois acredita que na força destas ações para ajudar as pessoas”, disse.

Por Hugo Barbosa

About Hugo Barbosa

Read All Posts By Hugo Barbosa